Investir em imóveis

5 motivos para investir em imóveis

14, Dec, 2020

Ter uma renda fixa é sinônimo de segurança e estabilidade. E uma das formas de construir um patrimônio rentável é investir em imóveis.

Esse formato de investimento é uma opção bastante segura, aliás, uma das preferidas pelos brasileiros.

No segundo semestre, a venda de imóveis apresentou um crescimento expressivo. Comparado ao mesmo período em 2019, houve um aumento de 10,5% nas vendas de acordo com a Abrainc.

Esse já é um bom motivo para realizar a compra, pois mostra que ficou mais fácil ter um imóvel próprio. Mas, claro, não é o único, por isso listamos 5 razões para apostar no investimento. Confira a seguir.


1) Déficit habitacional

Moradia é uma necessidade para os seres humanos, porém, nem todos tem condições de comprar uma casa. Com isso, o aluguel é uma saída viável.

No Brasil, o déficit habitacional é de 5,5 milhões de residências. Isso significa que há uma grande parcela de pessoas em busca de um lugar para morar.

Nem sempre investir em imóveis significa comprar a casa própria. Você pode ter o seu lar e proporcionar isso para outras famílias através da locação.

O ponto principal é que sempre haverá procura para alugar o imóvel, gerando uma renda mensal ao proprietário.

Leia mais: Imóveis residenciais: veja as vantagens de investir


2) Investir em imóveis é rentável

Como já dito, esse é o tipo de investimento mais popular entre os brasileiros e muito antigo.

Já foi provado que a compra de imóveis para locação gera rentabilidade por longos anos.

No período que os juros estão mais acessíveis, os ganhos podem ser bastante atrativos, sobretudo quando aplicados para renda fixa.

E mesmo em período de recessão, ainda é possível manter uma rentabilidade e não ficar apertado.

Isso mostra que o investimento é bastante seguro, visto que não sofre com as adversidades econômicas. Mesmo que os bancos estejam quebrados, o imóvel se mantém imune.


3) A valorização é uma possibilidade

Dificilmente um imóvel mantém o valor original da compra. Ele passa por um processo de valorização que envolve diversos fatores.

O mais impactante, normalmente, é o local do imóvel. Regiões seguras, com acesso facilitado e uma boa oferta de pontos comerciais, tendem a valorizar.

Desta forma, é possível investir em imóveis e, posteriormente, vendê-los por um valor atrativo, muito maior do que o inicial.


4) Diversificação do portfólio

É comum que investidores abram os olhos para a compra de imóveis buscando diversificação.

Essa possibilidade é visada por apresentar segurança e estabilidade, assim reduzindo danos ao investidor.

Como já mencionado, os imóveis ficam imunes as crises financeiras. Por conta disso, se torna interessante investir parte do que possui em imóveis, diminuindo a possibilidade de quebrar.

O investimento pode ser feito de duas formas: pela compra de um imóvel ou de indiretamente por meio de fundos imobiliários.


5) O momento facilita o investimento

Atualmente a taxa Selic está em seu patamar mais baixo na história e pode cair ainda mais.

Com a baixa, fica mais fácil investir em imóveis, sobretudo se a compra for feita através de financiamento.

As instituições bancárias abrem inúmeras possibilidades para simplificar a compra, desde parcelamentos mais atrativos, até taxas acessíveis.

Então, se há interesse de começar a investir em imóveis, o momento ideal é agora. Aqui na Lorenzini temos projetos com unidades à venda que podem ser interessantes para o investimento.

Conheça aos empreendimentos disponíveis clicando aqui.