Construção sustentável: Veja como a Lorenzini atua

Construção sustentável: Veja como a Lorenzini atua

27, Nov, 2020

Não é de hoje que os projetos da Lorenzini são pensados para uma construção sustentável.

O cuidado com o meio ambiente e a qualidade de vida dos moradores é uma das nossas preocupações. Por isso, os edifícios são planejados visando ações sustentáveis e que facilitem o dia a dia dos condôminos.

Neste texto, você irá conhecer um pouco mais sobre o trabalho da Lorenzini relacionado à sustentabilidade. Confira.


Foco em redução

Uma construção demanda o uso de diversos materiais e acaba gerando uma alta quantidade de resíduos.

Boa parte destes resíduos leva algum tempo para se decompor, como o plástico, por exemplo.

Desta forma nos empenhamos em reduzir o uso desses restos, através de processos construtivos industrializados.

Materiais como madeira, papelão e plástico, que são utilizados nas construções, tem a destinação correta, e são reaproveitados quando possível, minimizando o descarte inadequado.

Ainda visando a redução, também utiliza escoramento metálico ao invés da madeira. Assim, consegue reduzir o uso do material na construção.


Reaproveitar e economizar

Projetando um consumo consciente, alguns de nossos empreendimentos trazem diferenciais para reaproveitar insumos, principalmente a água. Contam com reservatórios para armazenar água da chuva e drenagem de lençol freático, que pode ser utilizada posteriormente.

Os vasos sanitários dos prédios apresentam dois estágios para que a água seja economizada.

A água de reuso também pode ser utilizada para limpeza e manutenção de áreas comuns.

Todas as unidades têm medição de gás individualizada, além de uma infraestrutura pensada também para o consumo individual de água.

E fazemos análises periódicas nos lençóis freáticos, de modo a drenar a água para uso durante as obras.

O reaproveitamento do recurso visa a economia, tanto na fase da construção, como também na rotina dos moradores.


A energia também é economizada

Há algum tempo o uso de lâmpadas incandescentes era muito comum, assim como a opção fluorescente. No entanto, essas alternativas tinham um gasto de energia alto e tem menor durabilidade.

Assim, a lâmpada foi caindo em desuso até deixar de ser comercializada, por lei, em 2016.

Hoje o uso de lâmpadas e luminárias em LED são a opção mais indicada, tanto pela vida útil, como também por serem mais econômicas.

Em nossos projetos, o uso de iluminação em LED é requisito básico. Mas, não é a única solução aplicada para economizar energia.

Nas áreas comuns são instalados sensores de presença. Desta forma, a iluminação só é acionada quando há movimento, evitando que as lâmpadas fiquem ligadas sem uso.

A economia também está nos elevadores que contam com um sistema regenerativo, onde energia gerada é reaproveitada, resultando em economia de até 75% em relação aos elevadores convencionais.

Com essas soluções, os moradores conseguem ter uma redução no valor das contas de energia. Promovendo também um consumo menor em todo o condomínio, o que é bastante positivo.

Essas iniciativas são um grande passo para um ambiente mais sustentável e que fará diferença no futuro.

Conheça mais sobre o trabalho de construção sustável feito pela Lorenzini em nosso site. É só clicar aqui para acessá-lo.